Há quase dois anos que convivemos com esta pandemia, que, a todos, exigiu mudanças… demasiadas mudanças. Neste processo as organizações, as lideranças e os liderados foram “obrigados” a adaptarem-se e a responderem de forma mais eficaz aos constrangimentos do COVID-19.  O bem-estar, a saúde física e mental das Pessoas passou, também, a ser uma prioridade.

Esperamos, pelo menos, que seja, de facto, uma prioridade e não uma moda, que boas práticas estejam a ser implementadas e que líderes e liderados compreendam a importância deste tema para o contínuo sucesso da organização.

O bem-estar físico e mental é, pois, fundamental no nosso dia-a-dia, com ou sem pandemia, a tomada de consciência desta é o primeiro passo para criar o equilíbrio necessário na sua vida pessoal e profissional. Somos um ser único, necessitamos de estar bem porque o resultado terá impacto naquilo que fazemos.

Os benefícios mais evidentes:

– Felicidade, envolvimento, motivação;

Para que seja possível é necessário adoptar alguns bons hábitos:

  – Dormir bem;

– Ter uma alimentação equilibrada e saudável;

– Beber água;

  – Realizar alguma prática de exercício físico;

  – Reaprender a respirar.

Tem de descobrir o que funciona consigo, não queira começar com tudo ao mesmo tempo, vai sentir-se frustrado e vai querer desistir. Tal como uma criança que aprende a andar, vá dando pequenos passos, mas com firmeza, mantenha o foco e seja resiliente. Este é um processo que poderá demorar meses… anos, tudo dependerá de si de como o considera relevante para si e na sua autodisciplina para alcançar os resultados.

Como resultado, será uma pessoa mais feliz consigo mesma e comprometida com a organização. Enquanto líder é sua responsabilidade cuidar de si e dos outros, porque só assim tudo fará sentido!

Por: Eva Rosa Santos

Fundadora da Comunidade de Recursos Humanos e da Liderança Feminina em Angola

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *