Como o Google, Bono Vox e a Fundação Gates sacudiram o mundo com os OKRs

Por: Bruno Sousa

No Outono de 1999 John Doerr investidor de capital de risco fez a sua maior aposta até então, investindo USD 11.8 milhões por 12 % de uma startup fundada por uma dupla de alunos que abandonaram a faculdade em Stanford. Apenas um ano após a sua constituição a Google havia estabelecido o seu objectivo: “Organizar as informações do mundo e torná-las universalmente acessíveis e úteis.” Este objectivo podia assustar qualquer investidor, mas nunca John Doerr. O investidor, anos antes aprendeu com Andy Grove na INTEL um sistema que era como um leme que trazia clareza durante as tempestades. Este sistema chama-se OKRs. Sigla para Objectives and Key Results (Objectivos e Resultados-Chaves ). É um protocolo colaborativo de definição de metas para empresas, equipas e indivíduos. Os OKRs podem operar como um guia ao topo da montanha, no entanto eles não podem substituir o bom senso, a liderança forte ou a cultura criativa do local de trabalho.

Os OKrs foram responsáveis pelo crescimento da Google e estão no DNA da organização. A fórmula de John Doerr para escrever bons OKRs é a seguinte:

 Eu vou atingir um Objectivo, e saberei que estou no caminho certo quando houver progresso em alguns resultados chaves.

Um Objectivo é simplesmente O QUE deve ser alcançado. Os Resultados-Chave (KR) estabelecem e monitoram COMO chegamos ao objectivo.

Este livro vem em duas secções complementares. A parte 1 Considera as principais características do sistema e como ele transforma boas ideias em práticas de excelência e satisfação no local de trabalho. O livro começa com a história de origem dos OKRs na Intel de Andy Grove, pois foi lá onde John Doerr tornou-se um entusiasmado convertido.

Os quatro “superpoderes” dos OKRs são:

  • Foco
  • Alinhamento
  • Acompanhamento
  • Esforço

A parte dois abrange as aplicações e as implicações dos OKRs para o novo mundo do trabalho:

  • CFR- sobre gerenciamento contínuo do desempenho (Conversa, Feedback, Reconhecimento).
  • Melhoria contínua.
  • A importância da cultura.

Avalie o Que Importa compartilha uma ampla gama de estudos de caso, com narradores incluindo Bono e Bill Gates, para demonstrar o foco, a agilidade e o crescimento que os OKRs tem estimulado nas grandes organizações.

John Doerr é engenheiro, investidor de capital de risco e conselheiro na Google e Amazon, ajudando a criar mais de meio milhão de empregos e a segunda e a terceira empresas mais valiosas do mundo. É Presidente da Kleiner Perkins e faz parte do conselho da Fundação Obama e da ONE.org. e tem uma das TEDtalks mais assistidas no Youtube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *